Como tudo, cozinhar tem diferentes conceitos, estes diferem de pessoa para pessoa, e com tal, há que goste, há quem não goste, há quem ache uma verdadeira seca e há quem adore... são opiniões, e apesar de cozinhar ser a minha verdadeira paixão, não torna este facto discutível... embora sinceramente me custe muito a perceber como é que é possível haver quem não se sinta contagiado pela fascinante arte de cozinhar, de conjugar aromas, sabores, cores e perfumes, de todo o ritual da preparação de um prato, da emoção e excitação de procurar um perfeito equilíbrio dos ingredientes e assim ver nascer novos sabores, pratos, cozinhas, de não ficar maravilhado com toda a alquimia, quase magia que se passa numa cozinha.... Mas, enfim são opiniões!! No entanto o que não é discutível é o prazer da mesa, porque sejamos sinceros, quem não encontra alegria em prato algum, têm um grave problema, pois o tempo em que a alimentação era um mero acto de subsistência já lá vai há muito.....  E assim porque o mundo da cozinha é vasto, para todos os que não gostam de cozinhar, para todos os que não têm tempo e para todos os outros não queria deixar de partilhar uma cozinha inventiva, original, alegre, colorida, musical, e muito... minha!!!

domingo, 27 de Março de 2011

Teoria das Dietas




Chegamos aquela altura do ano em que os pensamentos femininos vão parar às dietas!!! Juntando isso a algumas atrocidades que tenho visto decidi fazer um post sobre a minha teoria das dietas!!! Não sou nenhuma expert, mas simplesmente tive umas aulinhas básicas de Nutrição, que posso dizer, fazem a diferença! Por isso espero ajudar!!
Uma coisa que acontece muito frequentemente é ficar em caixas de supermercado atrás de mulheres solteiras na casa dos vinte/trinta anos (e digo isto com todo o carinho), e não consigo evitar em reparar as comprar que fazem, que são sempre muito parecidas: saladas, fruta, uma quantidade considerável de lombos de salmão congelado, azeite, bolachas integrais, fiambre magro, pão, doce light ou mel, leite magro e chocolate preto!!!  Só imagino a senhor a comer durante todo o santo dia, pão com fiambre light, ou com doce light, ou vá lá com mel nos dias melhorzinhos, almoçar e jantar salmão grelhado com saladinha e comer umas bolachinhas integrais entre as refeições para enganar o estômago!! Juro que só me apetece correr para as ditas senhoras e dizer, “não compre isso, eu sei que pensa que está a fazer uma alimentação saudávelzissima mas lamento imenso informa-la que se o que eu suspeito imensamente que é o que eu penso que é, não podia estar mais enganada”!!!


Cogumelos salteados com espargos frescos



Regra numero um: Esqueçam os lights!!!! Simplesmente esqueçam!!! Os alimentos light são de facto na sua maioria 20% mais magros do que o mesmo alimento normal, o que acontece é que a gordura que é retirada é substituída por outros componentes que na maioria das vezes conseguem fazer tanto ou mais mal que a gordura que foi retirada!! O mais engraçado é que os alimentos magros e lights que mais consumidos são do género sumos light, leite condensado light, doces light , natas light e afins que supostamente as senhoras das dietas e das alimentações saudáveis não comprariam mas como é light não faz tanto mal e acabam por compra-los. A questão é que sem ser as natas e a maionese estes alimentos tem muito pouca gordura, o que faz mal destes alimentos é maioritariamente o açúcar, mas adivinhem só porque componente é que eles substituem quando retiram os 20% de gordura, mais açúcar.... ou seja, estes light ainda fazem pior que os normais! Ahhhh e nem vou falar do facto de ainda por cima serem mais caros!! E ainda por cima a maioria das pessoas que os compram ainda vão pensar quando estão a comer, “ai isto é tão bom, não devia comer mais, ah mas é light não faz mal comer mais um bocadinho..... “ Upssss, estão a ser tão enganadas!!!! Os lacticínios são dos poucos produtos que não faz pior, digamos assim serem light, que fazem a diferença em termos de gordura, e não são adicionados outros componentes por isso, pois simplesmente são feitos com leite magro em vez de leite gordo ou meio gordo, a questão é que o leite magro não contem a Vitamina E, que é a responsável pela absorção do cálcio, por isso o leite deixa de ter assim o seu papel suposto no nosso organismo.


Abóbora Assada com Tomilho



Regra numero dois: ai isto é tanta coisa, nem sei por onde começar!!! Primeiro: o salmão é um dos peixes mais gordos que existem, por isso quando pensam que o salmãozinho grelhado é o símbolo de uma alimentação saudável e dieta perfeita – wrong!!! Sim o salmão tem nutrientes muito importantes, principalmente o Ómega 3, mas deve ser consumido de vez em quando não todos os dias a toda a hora!! Agora isto leva a uma data de coisas, não é possível fazer uma alimentação saudável ou dieta saudável sem a presença de todos os grupos da roda dos alimentos, tudo é importante e faz falta na alimentação seja proteínas, hidratos de carbono, gorduras, etc. mas as quantidades é que tem que ser bem equilibradas!!! Pois é, outro erro muito comum é: “vou banir os hidratos de carbono e agora como sempre proteínas (peixe ou carne) com saladinha, não podia ser mais saudável”!!! Também não meninas!!!! Primeiro porque nós precisamos dos hidratos de carbono na nossa alimentação sempre (podemos é passar a ingeri-los só ao pequeno almoço ou ao lanche a partir de cereais e pão – de preferência integrais -  assim sim já os temos presentes mas em pequenas quantidades mas as suficientes), quanto as proteínas, são uma fonte muito importante de vitaminas e outros nutrientes indispensáveis, mas as mulheres por exemplo só necessitam de cerca de 50gr por dia de proteínas, sabendo que um bife de vaca (+/- 200gr) tem 60gr de proteína (não se esqueça que as proteínas também são dadas pelos outros alimentos, só não em tão grande quantidade), ou seja necessita de muito pouca carne ou peixe, e esta deve ser a primeira coisa a diminuir!! Por ultimo a salada, mais uma vez uma coisa que na minha opinião está completamente errada, em primeiro lugar a salada é normalmente temperada com azeite, que em termos de calorias, é praticamente o mesmo do que comer os hidratos de carbono que excluiu, só que com o pormenor que a salada não enche muito e que passado duas horas já vai estar a morrer de fome outra vez!!  Sim, já sei que o azeite é uma gordura boa e blá blá blá, mas minhas queridas amigas isso não significa que possam utiliza-lo porque sim, tudo o que é em excesso é mau e mesmo sendo boa, é uma gordura, e acreditem que não pondo na saladinha ele aparece sempre na nossa alimentação nas quantidades que necessitamos dele por dia mesmo que não nos demos conta porque é constantemente utilizado na cozinha!!!


Beringela e Tomate Assados com Oregãos



E isto daria para escrever um livro, por isso acho que o melhor é dividir por capítulos, e prometo que irei escrever mais coisas!! Só para resumir tudo para não ficarem muito baralhados: Um, para emagrecer o primeiro ponto é fazer exercício; para uma alimentação saudável, seja dieta ou não, necessita sempre de todos os tipos de alimentos simplesmente devem ser consumidos nas quantidades correctas e moderadas; Tudo o que é em excesso é demais; Bolachas e afins são feitas com gorduras transgénicas, que não precisam de ser o que significa mas tenham presentes que são umas gorduras muito más, fujam delas; fiambres, salsichas, bacon e outras carnes prensadas são terríveis, são basicamente gordura, muito sal e mais uma data de coisas más, fujam delas ainda mais; doces, mel e xarope de ácer, sim podem vir da natureza e de alimentos naturais mas (querida Nigella e livros de emagrecimento que estão espalhados por todas as livrarias que quase que me dão ataques de coração), por serem naturais não quer dizer que não tenham açúcar, existe açúcar natural presente nos alimentos, e faz mal na mesma, em excesso, e é por isso que a fruta só deve ser consumida no máximo três peças por dia (não são três cerejas nem três mangas como é obvio, sejam equilibrados); tudo o que é cortado, picado e passado perde os nutrientes, principalmente em alimentos naturais como a fruta, se tiverem mesmo que fazer uma salada de fruta ou um sumo ou assim é para consumir logo a seguir, Senão as vitaminas vão oxidando e passa a ser praticamente água com açúcar, é melhor que fruta nenhuma claro mas evitem; se não como carne nem peixe nem saladas nem hidratos de carbono quer que eu coma o que??? Primeiro provavelmente come mais do que realmente que necessita, nós funcionamos à base de vícios, o que come mais é por habito do que por necessidade, tente reduzir o que come para quantidades mais pequenas, sim sim estou a dizer para passar fome um dia ou dois, mas depois isso passa! E ás refeições coma principalmente legumes, crus, cozidos (a vapor de preferência),  salteados, grelhados ou assados de preferência (fiozinho de azeite por cima - stay away, mais vale a pena escolher antes um modo de confecção como os assados ou salteados que necessita um pouco de gordura mas que no todo vai ser menor do que ser legumes cozidos regados de azeite, o melhor mesmo é não por nada); E claro: massas folhadas, fritos, refrigerantes, natas e gratinados: o mais longe de possível!!!





Água as refeições não? Completamente um mito, not true, beba se quiser, a principal questão porque muitas pessoas deixaram de beber água as refilões é porque esta enche o estômago e pode fazer diferença no seu apetite!!! E por hoje chega.... não se esqueça que o mais importante é cada pessoa conhecer-se a si própria, saber o que melhor resulta consigo mesmo e a partir daí deve saber-se gerir!!! A palavra chave sem dúvida é equilíbrio, não se precisa de sacrificar para fazer uma alimentação saudável, se lhe apetecer comer coisas menos saudáveis de vez enquanto não lute com todas as suas forças contra isso, o seu corpo não vai mudar por causa de isso desde que seja moderada e controlada.... equilibrada!!! E primeiro que tudo, uma alimentação saudável deve fazer sempre, agora dietas loucas, levante mas é o rabinho e vá fazer exercício que isso passa... se não passar mesmo pense em fazer uma alimentação ainda mais saudável.... Mas seja principalmente saudável da sua cabecinha, não acredito que alguém aguente muito tempo com uma dieta irredutível, a vida é para ser vivida e a comida é boa demais para perder parte dela..... organize-se bem, tudo é possível... simplesmente é preciso..... equilíbrio e moderação!!! Espero sinceramente ajudar, mas lembrem-se mais um vez não sou nenhuma expert, portanto não façam disto as regras de ouro das vossas vidas, embora eu possa dizer que de certa forma, são as minhas.....  ;)



Abacaxi e Papaia

domingo, 13 de Março de 2011

Cremes - Brulée, Catalã e o Leite


Desde a uns tempos que os restaurantes começaram a colocar nas cartas nomes mais sonantes, principalmente se forem em outras línguas.  Sou completamente a favor de enaltecer os pratos, e as vezes muitos torcem o nariz se um prato for simples, o que não quer dizer que não seja maravilhoso, e dando uns toquezinhos no nome já parece outra coisa, mas é completamente diferente quando alteram os nomes dos pratos para dar uma conclusão errada, isso não podia ser mais contra!! Muitas vezes o tradicional leite creme passa a creme brulée... soa muito melhor, muito mais chiq, e realmente se pensarmos a tradução à letra é leite creme queimado, por isso vai passando, mas um creme brulée não é o mesmo que um leite creme e não deve ser considerado como tal!!!




O tradicional leite creme é feito com ovos, açúcar, leite e um pouco de maisena para engrossar, para aromatizar há quem ponha um pau de canela, uma casca de laranja, uma casca de limão ou baunilha, e é feito em lume brando. O creme brulée é feito com açúcar, ovos e creme fraiche e é aromatizado obrigatoriamente com baunilha, o creme fraiche é fervido com a baunilha, e depois de se ter juntado os outros ingredientes vai a cozer em banho maria. Como podem imaginar a consistência é completamente diferente (para não falar no sabor), enquanto a textura de um leite creme é cremoso e tem uma cor amarelo pálido, o creme brulée é quase como um pudim, com uma cor bastante mais alaranjada e é possível que fique com umas manchas na sua cozedura. Tanto um como o outro são queimados por cima, o leite creme tradicionalmente é queimado com um ferro, e o creme brulée com um maçarico, eu queimo os dois com um maçarico pois é mais rápido, mais bonito e na minha opinião mais saboroso!! Temos ainda o creme catalã que segundo dizem os espanhóis é o primórdio do creme brulée (e segundo os franceses, uma simplificação do mesmo) que é feito com leite, ovos e açúcar, no lume tal como o leite creme e aromatizado obrigatoriamente com canela e casca de laranja, tradicionalmente em vez de se queimar faz-se uma placa de caramelo muito fina que se cola em cima do mesmo.



A minha sugestão é fazer um leite creme ou creme brulée aromatizado, já há muito tempo que faço creme brulée de manga que inventei, mas resolvi experimentar fazer um delicioso leite creme de tomilho que vi na vaqueiro. As opções para aromatizar um leite creme ao creme brulée são: através de infusões (juntar o aromático na altura de ferver o leite ou as natas para esta ganharem sabor e depois retirar o aromatizante), que é ideal para sabores mais florais e vegetais digamos assim, ou seja, tomilho, manjericão, lavanda...., ou então usar açúcar aromatizado (ver miminhos gastronómicos), e seguir a receita tradicional!!! Arrisquem, e para os meus queridos esquesitinhos não tenham medo que o sabor é muito suave, fica apenas um leve toque lá no fundo, que é muito agradável, que se traduz uma sobremesa já por si maravilhosa, numa esplêndida, leve e sofisticada sobremesa.... Bons cozinhados!!!